segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Deputados do PS contra desagregação da economia regional

Os deputados do PS, José Junqueiro e Acácio Pinto, efetuaram no dia 8 de outubro uma conferência de imprensa na sede do PS em Viseu em que se insurgiram contra o rumo que a economia do nosso país e a do interior estão a levar.
O desemprego não para de aumentar no distrito de Viseu e o número de desempregados sem qualquer rendimento (sem subsídio de desemprego e sem rendimento social de inserção) começa a ser insustentável. Em agosto, a nível nacional, eram já 300.000 os desempregados sem qualquer rendimento, ou seja, mais 8.000 do que em janeiro.
Igualmente o financiamento das pequenas e médias empresas, com que alguns governantes enchiam a boca, têm os juros mais caros da Europa e o preço dos combustíveis atingiram os valores que todos conhecemos.
Face a este cenário o governo atira sobre o país e sobre o distrito de Viseu o corte das isenções para residentes (empresas e pessoas) nas portagens das A24 e A25, com que os deputados do PS estão contra.
O resultado começa já a fazer-se sentir em empresas de camionagem, por exemplo, a JLS coloca em cima da mesa a deslocação da sua sede para França onde vai investir mais de 8 milhões de euros. Mas também a Patinter, a maior empresa portuguesa do setor, não deixará, infelizmente para a economia do nosso país e da nossa região, de ponderar medidas facilitadoras para a sua atividade.
Estamos perante um "bombardeamento" fiscal e de impostos sobre as pessoas e as empresas.
Os membros do governo que pontificam na economia e nos transportes são de Viseu. Se a sua obrigação é conhecerem e governarem todo o país, a verdade é que não se deveriam ter esquecido nem do país nem do interior.
E ainda será caso para perguntar: onde estão os proponentes das moções nas assembleias municipais e intermunicipais contra as portagens de há 16 meses atrás? onde estão eles? estão no governo? estão em gabinetes ministeriais? metem combustível com o seu cartão ou com cartão frota do governo?
Ou têm amnésia e praticam política necrófaga, parafraseando eleitos da maioria por Viseu?

Sem comentários:

Enviar um comentário