quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Livro, "A vida dos trabalhadores do urânio", apresentado na AR

Carlos Jorge Mota Veiga, autor do livro "A vida dos trabalhadores do urânio" efetuou no dia 3 de dezembro, na biblioteca da Assembleia da República, uma circunstanciada apresentação do mesmo. Esta obra traz-nos à memória todo o ciclo do urânio em Portugal e da exploração dos minerais radioativos, de 1907 até à atualidade, que como se sabe teve uma grande incidência no concelho de Nelas, em Canas de Senhorim, mas também em outros concelhos dos distritos de Viseu e da Guarda.
Por ele passam igualmente as questões ambientais e, sobretudo, as consequências deste trabalho, em contexto de exploração de urânio, e os riscos para as doenças dos mineiros.
É uma obra de grande envergadura, uma investigação que obedece em primeira e última instância ao rigor dos factos, um livro escrito por Carlos Jorge Mota Veiga, mestre em história contemporânea e autor de vários livros.
A edição é do autor e da Associação dos ex-trabalhadores das minas de urânio e contou com o apoio da Fundação Lapa do Lobo, presidida por Carlos Cunha Torres.
Esta sessão, na AR, foi presidida por Pedro Filipe Soares, do BE, partido que a promoveu, e contou ainda na mesa com António Minhoto, da Associação dos ex-trabalhadores e do autor.
No final da apresentação do livro efetuei uma breve intervenção para enquadrar a atenção que o PS tem dado a este tema, cuja evidência mais recente foi a apresentação de um projeto de resolução 770/XII em julho de 2013 e que veio a ser chumbado pelo PSD e pelo CDS.
De destacar que esta sessão foi aberta e encerrada com canções dos mineiros ante uma plateia onde, do PS, esteve também o deputado José Junqueiro, entre outros deputados presentes, e ainda muitos ex-mineiros que se deslocaram do concelho de Nelas.
Parabéns aos promotores.

Sem comentários:

Enviar um comentário