sábado, 15 de outubro de 2011

Reunião da assembleia geral de militantes do PS de Mortágua

No dia 14 de outubro reuniu a assembleia geral de militantes do partido socialista de Mortágua, concelho que tem na presidência de câmara o socialista Afonso Abrantes e João Fonseca preside à comissão política concelhia.
Foi uma reunião que contou com a presença de muitos militantes do concelho que estiveram particularmente participativos durante o período de debate.
Para além dos militantes locais deslocaram-se a Mortágua o presidente da federação de Viseu do PS, os deputados José Junqueiro e Acácio Pinto e o presidente da concelhia de Mangualde, Marco Almeida.
Depois de João Fonseca, João Azevedo e José Junqueiro fazeram breves intervenções iniciais foram vários os militantes que intervieram com destaque especial para a Afonso Abrantes que efectuou, igualmente, uma excelente análise sobre a situação política nacional, distrital e concelhia.
A tónica geral das intervenções foi colocada na determinação que o PS deve ter no combate político às medidas que o governo tem vindo a tomar de forte agressão aos trabalhadores e à economia e ao facto de já ter rasgado, completamente, o contrato eleitoral que estabeleceu com os portugueses nas eleições de junho passado nas várias áreas da governação e cujo exemplo mais vivo é o orçamento de estado para o próximo ano, que mais uma vez prevê um forte aumento de impostos e uma forte penalização para aqueles que vivem dos rendimentos do trabalho e dos pensionistas.
O documento verde e a reorganização autárquica que o governo apresentou para debate mereceu igualmente grande contestação pelo facto de ser um documento onde só pontificam critérios matemáticos sem qualquer respeito pelas pessoas e pelas idiossincrasias das freguesias e dos territórios, nomedamente, dos mais isolados.

Sem comentários:

Enviar um comentário