quarta-feira, 5 de maio de 2010

Obras públicas: política que dá emprego!

A política das obras públicas continua em cima da mesa. Ainda na semana passada, no debate quinzenal, José Sócrates (JS) a voltou a substanciar na Assembleia da República depois de um ataque que foi efectuado a esta política pelo líder parlamentar do PSD, Miguel Macedo.
Mas JS não se ficou pela defesa da sua política de obras públicas. Demonstrou a incoerência e a falta de rumo do PSD através da citação do recente livro de Pedro Passos Coelho (PPC) em que este afirma, no seu livro, que o aeroporto “deve avançar de acordo com o calendário previsto” e o TGV “deve prosseguir na medida em que permita a ligação à rede de alta velocidade espanhola e europeia” e já esta semana Miguel Relvas disse que o PSD exige a suspensão de todas as obras públicas.
Ou seja, o PSD nacional, tal como o PSD de Viseu, continua com uma deriva de incoerência e de completa falta de rumo estratégico, dizendo, por um lado, nas regiões, de forma oportunista, que as obras devem ser feitas e por outro exigindo a sua suspensão, sem se perceber no meio de tudo isto o escrito de PPC.

Sem comentários:

Enviar um comentário