sábado, 18 de dezembro de 2010

(Opinião) Ainda os resultados PISA

Os recentes resultados do relatório PISA, na sequência do estudo que a OCDE levou a cabo, continua a incomodar, vá-se lá saber porquê, muitos dos nossos políticos e uns certos sindicalistas.
Tudo, mas mesmo tudo, tem servido para deitar abaixo um relatório pelo simples facto de ser bom para Portugal e para os portugueses e de se dever também às políticas do Governo.
Até parece que o que era bom era mesmo continuarmos no fundo da tabela do ranking da OCDE no que concerne aos conhecimentos dos nossos alunos de 15 anos a nível da leitura, matemática e das ciências.
Mas valha-nos pelo menos a comunicação social estrangeira e os analistas estrangeiros. Esses, pelo menos, sempre dizem que houve correcção das desigualdades sociais nas escolas portuguesas, como fez esta semana o vespertino francês Le Monde.
E diz mais o articulista no suplemento Educação do Jornal de 15 de Dezembro: "Portugal não está certamente entre os melhores alunos da OCDE, mas o salto em frente que representam os resultados dos testes PISA mostra que está no caminho certo”.
Portugal aparece, nesta matéria, pela primeira vez, dentro da média dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económicos (OCDE).

1 comentário:

  1. Sr. deputado,

    já lhe disse num comentário anterior que «Houve três testes e apenas no de leitura a média de Portugal é próxima da média da OCDE». No entanto, o nobre deputado insiste em confundir os leitores, ao dizer que Portugal aparece dentro da média da OCDE. Estou à espera que faça os mesmos progressos que fez a jornalista Bárbara Wong.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar