terça-feira, 16 de novembro de 2010

(Opinião) PSD: O ego e o alter-ego!

Temos assistido na Assembleia da República a verdadeiros números de acrobacia política por parte deste PSD.
Dizem tudo e o seu contrário a propósito do debate na generalidade e na especialidade sobre o Orçamento de Estado.
Senão vejamos.
É preciso viabilizar o OE? O PSD manda dizer: É, nós abstemo-nos!
É preciso reduzir o deficit? O PSD responde: É, nós ajudamos!
É preciso reequilibrar as finanças públicas? O PSD diz: É, nós contribuimos!
… Mas logo a seguir o outro PSD (o alter-ego) diz:
O OE não é mau, é péssimo!
Veja-se a redução para as autarquias! Querem levar as Câmaras e Freguesias à falência!
Querem dar uma machadada fatal na política de ambiente, com tal redução de orçamento!
É inadmissível que se corte na verba para as acessibilidades!
Diminuir o orçamento da educação, nem pensar! (...)
Então, mas o esforço não tem que ser de todos? Não têm todos que contribuir?
Enfim! O Ego e o alter-Ego!
E depois admiram-se quando os juros sobem!
A responsabilidade política nunca ficou mal a ninguém, muito menos quando o país atravessa e enfrenta estes novos tempos de austeridade internacional!

Sem comentários:

Enviar um comentário