sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Colóquios Dão e Demo vão entrar numa nova fase

Editorial DÃO E DEMO
Depois de três edições realizadas, em fevereiro, em abril e em julho, os colóquios Dão e Demo vão entrar agora numa nova fase da sua existência, com alterações a nível das entidades promotoras e dos colaboradores.
Se até agora a organização era exclusivamente do jornal digital Dão e Demo, doravante a organização vai ser partilhada com o Agrupamento de Escolas de Sátão, através da colaboração do professor Carlos Paixão, mantendo-se inalterável a colaboração das anteriores instituições, respetivamente, da Câmara Municipal de Sátão, da rádio Alive FM e da Caixa Agrícola do Vale do Dão e do Alto Vouga, mas acrescentando-se, a estas, os jornais Caminho e Gazeta de Sátão.
Ou seja, a partir de agora, e o próximo colóquio já está marcado para o dia 28 de outubro, o formato terá o envolvimento das instituições/entidades referenciadas.
O tema – depois do colóquio sobre os “40 anos de democracia na Câmara de Sátão”, em que juntámos os presidentes da Câmara de Sátão desde o 25 de abril de 1974, depois do debate sobre a guerra colonial que batizámos de “Viagens à minha guerra” e depois de um debate sobre “O futuro da região Viseu Dão Lafões” – vai andar em torno de autores do concelho de Sátão e da importância da escrita para a valorização dos territórios a partir, precisamente, do olhar, particular, que cada autor tem sobre as circunstâncias que o rodeiam.
O local será o mesmo dos anteriores colóquios, a Casa da Cultura de Sátão, e o horário será o de sempre, 21:00.
Brevemente divulgaremos os pormenores relativos a este próximo colóquio, contando, obviamente, com a presença de todos, que desde já convidamos, para o dia 28 de outubro.

Sem comentários:

Enviar um comentário