quarta-feira, 6 de abril de 2016

Em Vila Nova de Paiva, José Morgado entregou apoios à natalidade e adoção

Notícia DÃO E DEMO
O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Paiva, José Morgado, entregou esta segunda-feira, dia 4 de abril, mais sete cheques a agregados familiares do concelho, num total de 2.500 euros, no âmbito do Programa Municipal de Apoio às Famílias para Incentivo à Natalidade e à Adoção, implementado em 2015 pela autarquia. Esta sessão teve lugar no Salão Nobre e contou com a presença das famílias e ainda da vice-presidente, Delfina Gomes e do chefe da unidade social e cultural, Pedro Nuno Pires.
Para além deste montante, “o restante valor será entregue posteriormente, mediante a apresentação de faturas que comprovem os gastos realizados com o bebé, no âmbito da alimentação, cuidados de saúde, higiene, vestuário, produtos de puericultura, medicamentos não comparticipados, entre outros”, segundo avança a autarquia paivense.
Recorde-se que estes apoios às famílias para incentivo à natalidade e à adoção são concedidos nos termos do regulamento publicado no Diário da República de 19 de outubro de 2015, conforme Dão e Demo noticiou na altura (24.10.2015), notícia em que referíamos que o programa tinha sido “aprovado pela Assembleia Municipal de Vila Nova de Paiva sob proposta da Câmara, prevendo o pagamento de 500,00 (quinhentos euros) pelo nascimento do primeiro filho ou criança adotada, de 1.000,00 (mil euros) pelo nascimento do segundo filho ou segunda criança adotada e de 1.500,00 (mil e quinhentos euros) pelo nascimento do terceiro filho ou terceira criança adotada, e seguintes. Os valores referidos são processados em 50 % no prazo de oito dias úteis contados da data de decisão da atribuição pela Câmara Municipal, sendo a metade remanescente do subsídio processada mediante a comprovação de despesas realizadas com a criança durante o período referido no regulamento (1º ano de vida ou de adoção) e destinadas ao seu crescimento e desenvolvimento.”
José Morgado, nesta oportunidade salientou a “preocupação e o empenho da autarquia em reverter a baixa taxa de natalidade, permitindo com este incentivo contribuir para uma melhoria das condições de vida das famílias residentes no nosso concelho.”
Fotos: CMVNP
Notícia DÃO E DEMO

Sem comentários:

Enviar um comentário