segunda-feira, 28 de setembro de 2015

O PS não está fechado nas suas fronteiras

«O Partido Socialista “não está fechado nas suas fronteiras e não está fechado na sua casa” afirmou ontem António Costa. O líder socialista falava perante os muitos milhares que acorreram ao grande comício realizado na cidade do Porto e que contou com as presenças do arquiteto Nuno Portas, pai do vice-primeiro-ministro, e de Fernando Aguiar-Branco, pai do ministro da Defesa.
“O PS tem a vontade de mobilizar os portugueses e todos unir em torno de bandeiras básicas e fundamentais, em primeiro lugar a recuperação da nossa autoestima, que foi abocanhada pelo Governo nestes últimos quatro anos” declarou Costa destacando o radicalismo das lideranças do PSD e CDS que os afasta dos valores humanistas que estiveram presentes na fundação dos respetivos partidos. “Por essa razão, muitos democratas-cristãos apoiam hoje o PS”, acrescentou.
“O PS soube avaliar o seu passado e soube também renovar. Orgulha-se de poder contar hoje com todos os socialistas, com aqueles que são os melhores de entre nós, como o António Vitorino, que nunca dirá não a servir Portugal num momento como o de hoje”, acrescentou ainda o Secretário-Geral do Partido Socialista.»
(www.costa2015.pt)

Sem comentários:

Enviar um comentário