sexta-feira, 19 de junho de 2015

Líderes socialistas homenageiam Saramago

Agora que se completam cinco anos do falecimento de José Saramago, o secretário-geral do PS, António Costa, e o líder do PSOE, Pedro Sánchez, visitaram a Casa dos Bicos, em Lisboa, sede da Fundação Saramago, para prestar homenagem ao Prémio Nobel da Literatura português.

Esta homenagem conjunta dos líderes socialistas de Portugal e Espanha demonstra não só o apreço de que era merecedor o escritor José Saramago, mas também a importância central que ambos os secretários-gerais conferem à esfera da Cultura no âmbito de uma estratégia de crescimento e desenvolvimento sustentados.
Recorde-se que José Saramago morreu em Espanha, a 18 de Junho de 2010 e, para assinalar o quinto ano do falecimento do célebre escritor, a Casa dos Bicos apresentou uma programação especial.
A programação iniciou-se com a inauguração da exposição do ilustrador André Letria sobre o livro de José Saramago “A Maior Flor do Mundo”, obra destinada ao público infantil.
Num dia de portas abertas ao público, a instituição avançou ainda com a publicação de um número especial da revista “Blimunda” e com a estreia do documentário “Um humanista por acaso escritor”, do realizador brasileiro Leandro Lopes.

À noite foram lidos excertos da obra do Nobel, por Maria do Céu Guerra e Nicolau Breyner, num concerto do duo Buganvília, constituído pelos músicos João Afonso e Rogério Cardoso Pires.
(acção socialista)

Sem comentários:

Enviar um comentário