terça-feira, 4 de novembro de 2014

PS questiona Governo sobre estratégia ferroviária para Centro do país

Foto: Rua Direita
LUSA - 2014.11.04 - Os deputados socialistas José Junqueiro, Elza Pais, Acácio Pinto e Ana Paula Vitorino solicitaram hoje ao Governo que esclareça concretamente que estratégia tem definida para a região Centro do país em matéria de ferrovia.
Num requerimento endereçado ao ministro da Economia, Pires de Lima, os deputados socialistas perguntam que conceito está definido para o "ramal de Viseu" e se será construído o corredor Aveiro-Salamanca.
Pretendem ainda saber se o Governo vai ou não intervir na requalificação na linha da Beira Alta.
"Vai ou não existir uma estação ferroviária em Viseu? A existir, estará ligada a que corredor ferroviário?", questionam também.
No pedido de esclarecimentos ao Governo, os quatro deputados socialistas solicitam ainda ser informados "em que rubrica e em que documento se encontra consignada a verba necessária".
José Junqueiro, Elza Pais, Acácio Pinto e Ana Paula Vitorino acreditam que está, mais uma vez, lançada publicamente uma enorme confusão sobre a matéria da ferrovia.
"Fala o Governo no ‘ramal de Viseu’, mas nada refere quanto ao corredor ferroviário Aveiro-Viseu-Salamanca, nem tão pouco, em matéria de requalificação, à linha da Beira Alta", apontam.
Aludem ainda à "Plataforma da A25" - constituída pelos autarcas PSD de Guarda, Viseu e Aveiro - que "fez anunciar que tinha consensualizado uma solução para o país, nomeadamente para as regiões centro-norte: um corredor ferroviário de raiz, em linha com a opinião do Governo anterior".
No entanto, "em paralelo, este Governo, falou em 1.500 milhões de euros para aplicar neste projeto da ferrovia, mas não se consegue ver definido, em concreto, em nenhum quadro oficial, esta verba".
"As dúvidas atingem os agentes económicos, nomeadamente o Conselho Empresarial do Centro", concluem.

CMM // SSS

Sem comentários:

Enviar um comentário