quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Interpelação ao ministro da educação que assumiu o erro da fórmula de concurso


Interpelação que efetuei no dia 18 de setembro a Nuno Crato, ministro da educação e ciência, no âmbito de um debate de atualidade sobre o início do ano letivo.
Disse ao ministro que infelizmente para os seus apaniguados mas felizmente para a escola pública e para a comunidade educativa este era o último ano que ele lançava em Portugal. Disse mesmo: "O senhor ministro está a mais na educação em Portugal".
Nesta sequência deste debate o ministro da educação assumiu o erro de base da fórmula aplicada e disse que iria resolver todos os problemas que daí advieram para os professores.
Ainda nessa sequência interpelei a mesa para perguntar ao ministro se depois daquilo que o ministro disse ainda seria possível continuar a dizer que o ano letivo tinha tido um arranque normal.

Sem comentários:

Enviar um comentário