segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Eleições para a federação distrital do PS: os militantes disseram de sua justiça

Os militantes do PS do distrito de Viseu fizeram as respetivas escolhas nas eleições realizadas no dia 6 de setembro, escolhas que se traduziram em resultados eleitorais inequívocos. Para presidente da federação ganhou António Borges, com 71% dos votos expressos (1350 votos), contra 29% dos votos obtidos (539) pela minha candidatura. No departamento federativo ganhou Lúcia Silva, com 64% (435 votos), contra 36% (246) obtidos por Helena Rebelo, que se recandidatava ao lugar.
Não pretendo efetuar aqui qualquer análise aos resultados, tão só dizer que, pela minha parte, saudei no próprio dia o vencedor, assumo a derrota e desejo que o PS se fortaleça em todo o distrito, em todas as concelhias, unindo-se no combate a este governo de direita e unindo-se com garra em defesa do distrito de Viseu e do interior.
Estas serão as duas linhas estratégicas de atuação que defenderei esperando que o congresso, a realizar no dia 21 de setembro, em Viseu, não deixe de as sufragar e de efetuar um debate sólido e profundo sobre diversos aspetos da nossa vida partidária e da nossa relação com a sociedade.

NOTA:
Deixo aqui também a nota que coloquei na página do facebook na noite das eleições:
«Terminou este processo.
Ganhou o candidato da lista A, António Borges, a quem daqui dou os meus parabéns.
Os resultados provisórios apontam para um resultado aproximado de 70% para a lista A e 30% para a lista B.
Reconhecendo a derrota, quero agradecer a participação de todos quantos me apoiaram de forma tão desprendida e generosa.
Na vida política só perde quem não tem a capacidade de defender as suas convicções.
Cumprimos todos o nosso dever de militantes.
VIVA O PS.
Saudações socialistas.
Viva o PS.»

Sem comentários:

Enviar um comentário