sábado, 25 de janeiro de 2014

UCC de Vila Nova de Paiva e de Sernancelhe continuam fechadas

As Unidades de Cuidados Continuados (UCC) de Sernancelhe e Vila Nova de Paiva vão continuar fechadas. As UCC têm estado a ser contactadas pelo Ministério da Saúde mas os deputados socialistas, eleitos pelo distrito, garantem que a abertura destas infraestruturas, destinadas a acolher doentes com recuperações prolongadas, vão continuar fechadas. José Junqueiro conta que os deputados do PS contactaram com o Ministério de Paulo Macedo sobre a abertura daquelas unidades “mas não obtivemos qualquer resposta pelo que deduzimos que as mesmas vão permanecer fechadas, apesar de estarem prontas a funcionar”. O presidente da Associação de Solidariedade Social do Alto Paiva confirma que a UCC “está pronta a funcionar, deduzimos que seja aberta em 2014 porque temos mantido contacto com a Administração Regional de Saúde, mas não temos ordem de abertura”. Carlos Ferreira adianta que a ASSAP “está a ter prejuízos porque temos que ir ligando os equipamentos, para se manterem funcionais, e temos gastos mas não somos ressarcidos por isso”. O deputado do PS lamenta que “equipamentos novos, prontos a servir as respetivas comunidades desde 2013, continuem sem qualquer utilização e riscos objetivos de deterioração”. No contato com o Ministério da Saúde os deputados socialistas manifestam confiança na criação de uma unidade de radioterapia no Centro Hospitalar Tondela Viseu. “Percebemos o compromisso assumido de dotar Viseu, dentro do conceito de centro oncológico, de uma unidade de radioterapia. Afirmou o governo, ter já conversado sobre o assunto com o presidente da câmara e, ainda que muito a custo, sempre a pensar nos HUC, disse estar a procurar parceiros para o efeito e uma solução para o edifício”. Junqueiro acredita que esta declaração será “um compromisso de honra que, a ser cumprido, será uma mais-valia para Viseu e a região, podendo transmitir a um universo de mais de 300 mil pessoas uma nova esperança”, nos cuidados oncológicos.
in. Correio Beirão (www.correiobeirao.pt)

Sem comentários:

Enviar um comentário