quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Assembleia da República aprovou, por unanimidade, voto de pesar pela morte de Joaquim Mendes

Joaquim Mendes, com a sua esposa, na feira da vitela de Lafões (14.06.2013) que ele organizou
VOTO DE PESAR
PELO FALECIMENTO DE JOAQUIM DA SILVA MENDES,
PRESIDENTE DA JUNTA DE FREGUESIA DE QUEIRÃ - VOUZELA

Faleceu ontem, dia 17 de setembro de 2013, o presidente da Junta de Freguesia de Queirã, concelho de Vouzela, JOAQUIM DA SILVA MENDES, de 62 anos de idade, que não resistiu aos ferimentos que sofreu durante o combate a um incêndio que deflagrou na sua freguesia no dia 23 de agosto.
O flagelo dos incêndios, que ainda se faz sentir por todo o país, fez agora mais uma vítima, desta vez um autarca, que pagou com a própria vida o apelo interior que sempre teve de serviço público e de ajuda e socorro às pessoas e aos bens alheios.
A gratidão pelo trabalho que os bombeiros e demais agentes de proteção civil efetuam e efetuaram é insuficiente para transpor o pesar que a perda de vidas humanas encerra.
JOAQUIM MENDES, homem de causas, professor, autarca exemplar, sempre determinado em promover e defender, com afinco, o seu território e o seu povo, sucumbiu na sequência de um combate desigual que travou na defesa do património florestal da sua terra.
A sua coragem deve ser ressaltada e relembrada como um exemplo de dedicação, de serviço público e de entrega, juntamente com todas as vidas que neste verão de 2013 foram ceifadas pelo fogo.
A Assembleia da Republica, reunida em plenário, manifesta o seu pesar pelo falecimento de JOAQUIM DA SILVA MENDES e apresenta à sua família, amigos e à comunidade de Queirã, as suas sinceras condolências.


Assembleia da República, 18 de setembro de 2013

Voto subscrito por todos os grupos parlamentares a que se associou o governo
Assinaturas de deputados de todos os grupos parlamentares: PS | PSD | CDS | PCP | BE | PEV

Sem comentários:

Enviar um comentário