quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Curvo-me perante vós!

Incêndio entre Sátão e Vila Nova de Paiva (2013.08.29 - 18.24 h)
No dia em que uma combatente (cinco só em agosto!) cedeu neste campo de batalha minado pelo vento, pelos combustíveis finos, pela temperatura, pelo efeito chaminé e sei lá por que mais, é importante que:
1. respeitemos todos quantos têm tombado neste combate, quantas vezes inglório, contra tantos insaciáveis  incêndios selvagens;
2. estejamos ao lado das famílias enlutadas e das corporações de bombeiros, feridas na sua alma mais profunda pela perda dos seus soldados;
3. consigamos levar perante a justiça, uma justiça responsável e exigente, todas as mãos criminosas e todas as mentes perversas que congeminam estes atos de terror;
4. saibamos, todos, no tempo certo, parar para pensar e concluir no sentido de uma efetiva prevenção e de um rigoroso e intransigente ordenamento florestal.
É que o bem supremo da vida não pode, nunca, sucumbir perante a abnegação e a generosidade; e, nunca, uma tragédia pode ser combatida com tragédias humanas!
Neste momento e neste ano de profunda dor curvo-me perante os bombeiros que partiram e perante o sofrimento das famílias e das corporações enlutadas.
Hoje foi Carregal do Sal, ontem Estoril, Alcabideche, Covilhã, Miranda do Douro... mais de cem nos últimos 30 anos!

Sem comentários:

Enviar um comentário