quarta-feira, 24 de abril de 2013

Desemprego: Por que será que não obedece ao governo?


Segundo os últimos dados mensais do IEFP referentes a março, o nº de desempregados registados nos Centros de Emprego atingiu 734.448: mais 73.045 (+11,0%) que no mesmo período de 2012.
Com o governo de Passos Coelho, em 21 meses, o nº de desempregados inscritos nos Centros de Emprego já cresceu 42%: são mais 215.743 desempregados inscritos.
A nível distrital, destacam-se: 
O distrito do Porto apresenta o maior nº de desempregados inscritos (165.885) e o maior crescimento homólogo, em valor  (+17.336).
O distrito de Évora regista o maior crescimento relativo, quer em termos homólogos, (+18,6%) como mensais (+2,1%). Também é o distrito de Évora que apresenta o maior crescimento mensal em valor (+228 desempregados inscritos).
Ainda em relação ao mês anterior, o distrito de  Faro apresenta a maior quebra no desemprego registado, quer em termos absolutos (-1.911) como em termos relativos (-5,0%). 


Sem comentários:

Enviar um comentário