quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Deputados do PS questionaram o governo: Para quando o IC 37, Viseu-Nelas-Seia?


Pergunta formulada ao governo pelos deputados do PS eleitos por Viseu, Acácio Pinto, José Junqueiro e Elza Pais, sobre o IC 37, Viseu-NElas-Seia:
«Senhora Presidente da Assembleia da República:
À pergunta nº517/XII/1 de 8 de setembro de 2011 que versava sobre o início do processo de construção do IC 37 (Viseu-Nelas-Seia), um corredor estratégico para a acessibilidade de toda a região e que já tinha declaração ambiental favorável, (nº188/2010), publicado no DR de 17 de setembro de 2010, o governo, através do ministro da economia e do emprego, o viseense Álvaro Santos Pereira, respondeu, em 10 de outubro de 2011, que «por razões de restrição financeira que o país atravessa não é possível a integração do IC 37 (Viseu/Seia) no plano de investimentos 2012/2013.»
Porém, como nos últimos tempos fomos confrontados com declarações diversas de membros do governo sobre investimentos nas acessibilidades rodoviárias e ferroviárias e tendo em conta que o itinerário em causa é um eixo crucial para o desenvolvimento dos concelhos por ele atravessados, configurando mesmo um dos fatores mais relevantes para a redinamização da economia regional, seja na área industrial, comercial, termal ou turística, impõe-se voltar a este tema.
Acresce à oportunidade do tema a atualidade do momento, verdadeiramente singular, em que o ministério da Economia acaba de anunciar para Lisboa e Almada um investimento de mil milhões de euros.
Portanto, face ao que precede e tendo em conta que os agentes locais, autarquias, associações empresariais, empresários, estão disponíveis para dar o seu contributo para a redinamização da economia e do desenvolvimento da região, os deputados signatários vêm através de vossa excelência, perguntar ao ministro da economia e do emprego:
1. O governo vai rever o seu plano de investimentos rodoviários e vai voltar a conferir ao IC 37 (Viseu-Nelas-Seia) a prioridade que ele merece e avançar para o seu processo de construção, em articulação com as autarquias?
2. Em caso afirmativo qual é o cronograma de desenvolvimento desta via estruturante para toda a região entre Viseu e a serra da Estrela?
Palácio de S. Bento, 27 de fevereiro de 2013
ACÁCIO PINTO
JOSÉ JUNQUEIRO
ELZA PAIS»

Sem comentários:

Enviar um comentário