terça-feira, 6 de novembro de 2012

Situação grave na saúde, no concelho de Tondela


COMUNICADO DOS DEPUTADOS DO PS VISEU
Os deputados do PS eleitos por Viseu, José Junqueiro e Acácio Pinto, deslocaram-se no dia 5 de novembro ao concelho de Tondela onde, com a comissão política do PS local, presidida por Joaquim Santos, se inteiraram do grave problema com que se confrontam os cuidados de saúde primários de Tondela e consequentemente as populações do concelho. Os deputados estiveram nas unidades de cuidados de saúde personalizados de Tondela, de Canas de Santa Maria e de Campo de Besteiros/Caramulo e ainda na extensão de Molelos.
Síntese da visita:
COM 85 ANOS, IDOSA ESPERAVA HÁ 7,30 H POR CONSULTA: entrara às 9h e às 16,30h ainda estava sem comer e sem consulta, em Campo de Besteiros.
UMA CRIANÇA COM 14 DIAS teve de ser assistida em gabinete improvisado, porque a unidade de saúde de Canas não tem dinheiro para o aquecimento.
UNIDADE DE TONDELA SEM MÉDICOS. A unidade de cuidados de saúde personalizados de Tondela, às 14,30h, com 14.500 utentes, não tinha um único médico.
FALTAM RECURSOS HUMANOS MÉDICOS E ENFERMEIROS. Os profissionais existentes fazem o seu melhor, mas não chega. A saúde no concelho de Tondela voltou para trás.
CENTENAS DE PESSOAS AGUARDAVAM OS DEPUTADOS DO PS EM MOLELOS. Tinham ficado sem médico na semana anterior.
OS DEPUTADOS FALARAM À POPULAÇÃO e assumiram ser a sua voz junto do governo
O GOVERNO SOFRE DE INSENSIBILIDADE MORAL.
A descoordenação é total. Já ninguém sabe se os ACES existem ou não. Um ano e meio depois o ministro da Saúde ainda não se decidiu pelo modelo de organização. Estão todos desmotivados. Os profissionais de saúde fazem o seu melhor, mas não chegam para as "encomendas, como diz o povo, o mesmo que desespera pelos cuidados de saúde que lhes são dificultados ou negados.
A comissão política concelhia do PS levantou o problema. Os deputados atuarm junto do ministro da Saúde. A comunicação social deu-lhes projeção nas suas razões. Ontem foram ao terreno em Tondela e visitaram equipamentos de saúde na sede do concelho, em Canas de Santa Maria, em Campo de Besteiros e terminaram em Molelos no meio de centenas de populares que os esperavam para exprimirem as suas preocupações com o governo. Os deputados falaram e vão fazer sua a voz daqueles cidadãos.
A autarquia PSD, incomodada, não com as questões da saúde, mas com a presença dos deputados socialistas, enviou o vice-presidente a Molelos. As pessoas perceberam, de imediato, que só tinham aparecido, porque os deputados estavam lá. E, curiosamente, substituindo-se ao governo e à ARS, o autarca anunciava um médico para o 1º de Dezembro, talvez para assinalar a "restauração" Sá assistência de saúde.
O equipamento de Molelos foi mandado fazer pelo primeiro governo de António Guterres e inaugurado, há 14 anos, por Maria de Belém. Política à parte, com o esforço de colocação, nos diferentes equipamentos, de mais três médicos e três enfermeiros tudo ficaria resolvido se colmatado, igualmente, com a verba necessária para despesas de funcionamento. Cremos que nada ficará como dantes.
O GOVERNO VAI TER DE OLHAR, A SÉRIO, PARA A SAÚDE EM TONDELA.







Sem comentários:

Enviar um comentário