quarta-feira, 17 de outubro de 2012

PS quer ouvir na comissão de educação da AR a CONFAP e a CNIPE


Os deputados do PS na comissão de educação, ciência e cultura entregaram hoje um requerimento na mesa da comissão no sentido de ouvir as confederações de pais e de encarregados de educação.
Os termos do requerimento são os seguintes:
«A Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP) e a Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação (CNIPE) são estruturas da comunidade educativa, tendo como principal finalidade coordenar, defender e representar, a nível nacional, o movimento associativo de pais e encarregados de educação.
No âmbito das suas competências, estas entidades vêm desempenhando um papel ativo como parceiro social junto dos órgãos de soberania, autoridades e instituições, pautando a sua atuação em prol de um sistema de ensino justo, eficaz e verdadeiramente integrador de conteúdos e formações.
No entanto, nos últimos meses, a voz dos pais e encarregados de educação tem-se feito mais audível, face às inúmeras alterações empreendidas pelo MEC na área da educação, fortemente contestadas pelas várias entidades representativas.
Daí que, o início do ano letivo seja o momento ideal para escutar estas estruturas sobre as mudanças estruturais no ensino, mormente a implementação do novo estatuto do aluno, as novas metas curriculares, os exames nacionais finais no ensino secundário ou a criação de mega agrupamentos de duvidosa dimensão.
Neste sentido, face à ausência de cabais esclarecimentos por parte do executivo quanto ao arranque do ano letivo 2012/2013 e à necessidade de empreender um debate aberto e esclarecedor sobre a matéria, o Grupo Parlamentar do Partido Socialista vem requerer a V. Exa. a realização de uma audição à Confederação Nacional das Associações de Pais e à Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação, com o propósito de conhecer a posição destas entidades representativas sobre as matérias mais prementes e atuais no sistema de ensino a vigorar em Portugal.»

Sem comentários:

Enviar um comentário