quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Deputados do PS em Santa Comba Dão

Por iniciativa da comissão política concelhia do PS de Santa Comba Dão, presidida por João Tomás, os deputados do PS, José Junqueiro e Acácio Pinto, deslocaram-se no dia 28 de agosto ao concelho a fim de se inteirarem de alguns dos muitos problemas com que se debatem os santacombadenses em resultado de uma completa falta de estratégia e de rumo por parte da câmara municipal.
Nesta visita os deputados foram acompanhados pelos vereadores, por membros da assembleia municipal, presidentes de junta e elementos da JS,  entre outros.
No trajeto efetuado, que se iniciou junto ao edifício da câmara municipal, constatou-se o desleixo a que está votada a ribeira das hortas, desde o centro urbano até à foz, espaço que poderia estruturar um projeto ambiental e de ciência em torno dos moinhos, da energia e do lazer e cujas águas deveriam merecer toda a atenção contra qualquer forma de poluição.
Igualmente se viu o abandono a que a autarquia votou os acessos à ecopista do Dão (Santa Comba, Tondela, Viseu), uma infraestrutura que merecia um outro olhar e atenção por parte do município e sobretudo uma verdadeira acessibilidade para os utentes. Quem quiser fazer o trajeto a partir do início tem que vencer um labirinto, por exemplo a partir da estação de comboio, em terra batida até encontrar o betuminoso azul.
Percebeu-se, também, a completa falta de opção por uma marginal condigna a partir de Santa Comba, com uma variante, ao Granjal, cujas águas termais, que poderiam tornar-se num pólo de desenvolvimento diferenciador, foram abandonadas pelo atual poder municipal.
Santa Comba Dão foi, pois, transformado, nestes últimos anos, num concelho sem ambição. Precisa de uma nova esperança que o faça reganhar a vitalidade e a alma perdidas. O PS de Santa Comba Dão está atento, tem ideias, tem protagonistas qualificados, como é o caso, por exemplo, de Leonel Gouveia e irá desenvolver um programa e uma candidatura aberta às pessoas com a finalidade de devolver ao concelho e aos santacombadenses a esperança de viverem, novamente, num território com dinamismo económico e com qualidade de vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário