domingo, 12 de agosto de 2012

Da Quinta do Paço de Ferreira de Aves até à Torre da Ucanha e à Casa do Paço de Dalvares


Uma incursão pelo interior de Portugal é sempre um excelente desafio à memória, tal é a história que perpassa por cada uma das pedras feitas património que se encontram pelo caminho.
Quinta do Paço, em Ferreira de Aves, um magnífico exemplar de arquitetura residencial medieval (inícios da nacionalidade), hoje pertencente a Hermínio Marques Ferreira, foi o ponto de partida e a chegada foi à Torre da Ucanha, no concelho de Tarouca, uma excelente estrutura defensiva, de ostentação senhorial e de cobrança de portagens erguida na ponte sobre o rio Varosa, margem direita, que remonta a tempos anteriores à nacionalidade.
O motivo foram uns "milhos" e "marrã", pratos bem típicos da região, num restaurante simpático junto à ponte, seguidos de uma paragem final na Casa do Paço de Dalvares, que dá guarida ao Museu do Espumante, onde se pode degustar uma Murganheira sempre fresca.
O grupo está documentado nas fotos: Hermínio Ferreira, Armando Figueiredo, António Carlos Xavier, Paulo Figueiredo e Acácio Pinto.

Sem comentários:

Enviar um comentário