quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Pergunta ao governo sobre o noticido apoio do IICT a uma exposição da filha do presidente

Subscrevi juntamente com os deputados Rui Pedro Duarte, Odete João, Rui Jorge Santos e Pedro Delgado Alves uma pergunta ao governo sobre o apoio que o IICT, presidido por Jorge Braga de Macedo, terá concedido a uma exposição de Ana Macedo, filha do presidente do instituto. O objetivo é o da clarificação.
«Ex.ma Senhora Presidente da Assembleia da República:
O Instituto de Investigação Cientifica Tropical (IICT), laboratório de Estado do Ministério dos Negócios Estrangeiros, dedica-se ao Saber Tropical, trabalhando em prol dos países destas regiões, essencialmente, da Comunidade de Países de Língua Portuguesa.
Presidido atualmente por Jorge Braga de Macedo, este instituto desenvolve a investigação interdisciplinar, aumenta a capacitação em ciência e tecnologia (C&T) nos países-alvo e promove o acesso ao seu património histórico e científico.
Sucede que, no passado dia 13 de Janeiro, foi noticiada no “expresso online” a informação de que o IICT havia patrocinado, em Julho de 2011, juntamente com o Instituto Camões, uma exposição de Ana Macedo, realizada em Maputo e subordinada ao tema “Caras e Citações: uma interpretação estética sobre Universidade, Cultura e Desenvolvimento”.Este episódio de nada relevaria, se não fosse o facto de Ana Macedo ser filha do atual presidente da IICT e, sobretudo, se o patrocínio a atividades culturais em Maputo fosse frequente.
Para além desta exposição, o IICT já divulgou outras duas da autoria de Ana Macedo, todas incluídas no projeto “Saber Continuar”, conduzido por este instituto em parceria com a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, e que constituem uma homenagem ao avô desta artista plástica e pai de Braga de Macedo, intitulando-se “Jorge Borges de Macedo Privado e Publicado” e “Jorge Borges de Macedo – A Colagem é História”.Acresce que foi ainda confirmado o fato de Ana Macedo possuir um espaço nestas instalações, considerado como a sua residência artística, prorrogativa que, ao que parece, nenhum outro artista terá.
Assim, requer-se, através de V. Exa., ao Ministro dos Negócios Estrangeiros, resposta às seguintes questões e à remessa dos elementos documentais que as suportam, nomeadamente despachos e protocolos conexos com a matéria:
1. Em que preceitos ou protocolos se fundou a atribuição de patrocínios às exposições da artística plástica Ana Macedo?
2. Qual o capital investido nestas exposições?
3. Que outros acontecimentos culturais foram patrocinados pelo IICT nos últimos 3 anos?
4. Quantos se realizaram fora do território nacional?
5. Atualmente, que projetos culturais pretende o IICT patrocinar, qual o orçamento disponível e quais as regras de candidatura aos mesmos?
Palácio de São Bento, terça-feira, 17 de Janeiro de 2012
Deputado (a)s
RUI PEDRO DUARTE(PS)
ACÁCIO PINTO(PS)
ODETE JOÃO(PS)
PEDRO DELGADO ALVES(PS)
RUI JORGE SANTOS(PS)»
(Foto: logo-iict)

Sem comentários:

Enviar um comentário