quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Dia de memória do Holocausto 2012 na AR

No dia 26 de janeiro, no final do plenário, estive presente no salão nobre da Assembleia da República na sessão evocativa do Dia de Memória do Holocausto.
Para além da presidente da Assembleia da República e dos deputados estiveram presentes inúmeros convidados entre os quais representantes de comunidades religiosas e embaixadores e membros do corpo diplomático acreditados em Portugal.
sessão incluiu a leitura de poemas de Primo Levi e Paul Célan, por Jorge Silva Melo, e a projeção do documentário “Sob céus estranhos”, de Daniel Blaufuks, com uma explicação prévia do filme pelo realizador.
Esta evocação surge na sequência da aprovação da Resolução de 28 de Janeiro de 2010 que “Consagra o dia 27 de Janeiro como Dia de Memória do Holocausto”, em que o Parlamento português assume o compromisso de “promover a memória e a educação sobre o Holocausto nas escolas e universidades, nas nossas comunidades e outras instituições, para que as gerações futuras possam compreender as causas do Holocausto e refletir sobre as suas consequências”.
Amanhã, dia 27 de janeiro, às 12 h, será cumprido, no planário, um minuto de silêncio em memória das vítimas do holocausto.
Nestes momentos é sempre importante que não esqueçamos (devia ser sempre!) Aristides de Sousa Mendes que obedecendo à sua consciência salvou milhares de judeus, desobedecendo, nos anos 40 do séc. XX, às ordens do regime.

3 comentários:

  1. Datas como estas devem ser lembradas para que sirvam de exemplo da intolerância contra os povos.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pela visita à Tribuna. Espero que volte sempre, e que partilhe a sua opinião, principalmente quando for contraditória. Será sempre bem recebido.

    Abraço,

    Miguel Fernandes.

    ResponderEliminar
  3. Suely, concordo consigo... A intolerância para com a diferença é inadmissível...
    Miguel, Obrigado. Passarei por esse seu espaço... com o prazer de interagir!

    ResponderEliminar