sábado, 26 de novembro de 2011

Carregal do Sal debateu reforma da administração local

No âmbito dos 175 anos da criação do concelho de Carregal do Sal, a Câmara Municipal promoveu um debate, no auditório municipal, sobre a reforma da administração local em que foram palestrantes: Acácio Pinto, deputado do PS, João Figueiredo, deputado do PSD, Hélder Amaral, deputado do CDS/PP e Rui Costa e João Abreu, em representação do BE e do PCP e ainda Diamantino Santos, coordenador da delegação da ANAFRE no distrito de Viseu.
Na plateia muitos autarcas, da Câmara Municipal, da Assembleia Municipal e das Juntas de Freguesia do concelho, para além de muitos carregalenses interessados e preocupados com esta matéria.
Depois de quatro horas de debate, muito participado por parte dos presentes, ficou bem clara a pouca consistência do documento verde da reforma da administração local que o governo lançou para o debate público, face aos critérios matemáticos que lhe subjazem e ao desrespeito que o mesmo tem para com elementos identitários da cultura e do património dos povos, como tive oportunidade de explanar em nome do PS.
De todos os autarcas, sobretudo presidentes de junta do concelho de Carregal presentes, não se vislumbrou, um sequer, que concordasse com esta proposta que o governo traz para a discussão.
Ou seja, o governo, está a tentar a partir de Lisboa, sem qualquer respeito para com as pessoas e sobretudo para com o interior, construir um novo mapa administrativo de uma forma unilateral, sem diálogo com as populações e com os partidos da oposição.
Porém, percebeu-se que as pessoas estão atentas e não consentirão uma reforma a régua e a esquadro que não as ouça e escute nos seus argumentos.
O presidente da Câmara de Carregal do Sal, Atílio Nunes, disse, no final, que não contarão com a Câmara de Carregal para acabar com qualquer freguesia no seu concelho.
 Parabéns ao município de Carregal do Sal pelos 175 anos e por mais este debate enriquecedor para os seus munícipes.
(Fotos: Cortesia do "Farol da Nossa Terra" e "Carregal digital")

Sem comentários:

Enviar um comentário