segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Plenário de militantes do PS de Nelas

A comissão política concelhia de Nelas do PS, presidida pelo Adelino Amaral, promoveu no dia 16 de outubro um plenário de militantes que decorreu na sua sede e a que acorreram muitos e participativos socialistas do concelho.
Presentes, igualmente, neste plenário, o presidente da federação de Viseu do PS, João Azevedo, os deputados José Junqueiro, Elza Pais e Acácio Pinto, os membros da federação José Rui Cruz e Miguel Ginestal e o presidente da concelhia de Mangualde, Marco Almeida.
As muitas intervenções efetuadas centraram-se nas questões nacionais, tendo o enfoque sido feito na incapacidade do atual governo para apresentar medidas que não sejam de recessão, aumento de impostos e de corte nos rendimentos do trabalho e ainda na falta de justificação para essas medidas que vão muito para além do memorando de entendimento que foi assinado com a troika, nomeadamente as medidas já conhecidas para o orçamento de estado para 2012 e que são um feroz ataque aos trabalhadores em geral e aos funcionários públicos em particular.
Uma outra tónica das intervenções prendeu-se com as questões concelhias, tendo ficado bem evidente o descalabro financeiro e de gestão dos recursos por parte da atual maioria na câmra municipal, PSD/CDS. A autarquia tem demonstrado falta de estratégia, falta de rumo e uma completa incapacidade para alcandorar o concelho aos níveis de desenvolvimento e de emprego dos tempos em que o PS geriu a câmara municipal.
Igualmente foi muito criticado o documento verde para a reforma administrativa que o governo elaborou, pela completa irracionalidade dos seus critérios (só) matemáticos, sem qualquer respeito para com as particularidades locais. Por exemplo, será que faz algum sentido que Canas e Nelas se fundam numa única freguesia?

Sem comentários:

Enviar um comentário