quinta-feira, 28 de julho de 2011

Secretário Geral do PS esteve na reunião do Grupo Parlamentar

Agora na sua qualidade de Secretário Geral do PS, António José Seguro, esteve no dia 28 de Julho na habitual reunião das quintas-feiras do Grupo Parlamentar do PS tendo feito uma intervenção em que se centrou nos principais aspectos da linha política do PS para os próximos tempos.
A este propósito deixo de seguida a notícia que a Lusa difundiu depois das declarações de António José Seguro no final da reunião:
«Lisboa, 28 jul (Lusa) – O novo líder parlamentar dos socialistas só será escolhido em setembro, coincidindo com o congresso do PS e com o arranque da próxima sessão legislativa, mantendo-se até lá Maria de Belém como presidente interina da bancada.
Hoje, no final da primeira reunião que teve com a bancada socialista enquanto líder do PS, António José Seguro referiu que a escolha do novo presidente do grupo parlamentar não esteve na agenda do encontro.
“O Parlamento vai ter mais duas sessões plenárias [em agosto] e, neste momento, a minha prioridade passa pelo estabelecimento de novas formas de trabalho, de novos métodos de trabalho, tendo em vista questões políticas determinantes. O grupo parlamentar está a funcionar adequadamente e a cumprir com as suas obrigações”, considerou o recém-eleito secretário-geral do PS.
António José Seguro admitiu depois que a escolha do líder parlamentar do PS para a legislatura inteira ocorrerá em setembro, na sequência do congresso do partido, que se realiza entre 09 e 11 desse mês.
“O congresso do PS vai coincidir com o início da sessão legislativa e quero que essa altura constitua o grande arranque com todas as equipas do PS e do grupo parlamentar prontas para o trabalho futuro. Vou dedicar parte do próximo mês [agosto] a preparar as equipas e, sobretudo, a preparar propostas concretas em áreas como a preservação e criação de emprego e combate à corrupção”, afirmou o secretário-geral dos socialistas.
Em matéria de projetos políticos por parte dos socialistas, para além das áreas do emprego e do combate à corrupção, Seguro mencionou “a necessidade de o PS avançar com propostas de alteração à legislação eleitoral, quer para as autarquias, quer para a Assembleia da República”.
PMF»

Sem comentários:

Enviar um comentário