quarta-feira, 20 de julho de 2011

Deputados do PS questionam passagem do Posto da GNR do Caramulo a Posto de Atendimento

Os deputados do PS, José Junqueiro, Elza Pais e Acácio Pinto, apresentaram na AR a seguinta pergunta dirigida ao Ministro da Administração Interna:
«Atendendo que:
1. O Posto da GNR do Caramulo, que dista da sede do concelho, Tondela, cerca de 20 km, passou a funcionar como posto de atendimento entre as 9 h e as 17 h a partir do dia 19 de Julho, com a presença, só, de um efectivo da GNR, quando antes funcionava como posto territorial com o número de elementos adequado às circunstâncias e às necessidades de patrulhamento;
2. As forças vivas da região, nomeadamente as Juntas de Freguesia da área de influência, casos de Guardão, Mosteirinho, S. João do Monte e Silvares, do concelho de Tondela, e Varzielas e Arca, do concelho de Oliveira de Frades, e as respectivas Câmaras Municipais, estão preocupadas com os efeitos que esta decisão pode ter para a segurança das populações e bens;
3. As acessibilidades à Serra do Caramulo são difíceis, desenvolvendo-se por estradas muito sinuosas, que dificultam a circulação rápida;
4. Há um vasto conjunto de empresas, unidades industriais, estabelecimentos de ensino, unidades hoteleiras, museus e muitas habitações dispersas pela Serra da Caramulo,
Os deputados do PS, abaixo-assinados, vêm em face dos motivos que antecedem e nos termos constitucionais e regimentais, através de Vossa Excelência, perguntar ao Senhor Ministro da Administração Interna:
a) Em que critérios se fundamentou esta decisão, de passagem do Posto da GNR do Caramulo a posto de atendimento?
b) Foram ouvidas as autarquias da área territorial envolvente, nomeadamente as Juntas de Freguesia e Câmaras Municipais?
c) Foram ponderados os aspectos supra referenciados relativos às difíceis acessibilidades e às inúmeras actividades económicas e humanas existentes na área de influência do posto do Caramulo?»

Sem comentários:

Enviar um comentário