quarta-feira, 30 de março de 2011

Lula: «FMI não é solução para Portugal»

Ex-presidente brasileiro diz que «atitude mais correcta é todos assumirem responsabilidade pela crise» e admite compra de dívida portuguesa pelo Brasil
«O FMI [Fundo Monetário Internacional] não é solução» para resolver os problemas económicos de Portugal. A opinião é do ex-presidente brasileiro Lula da Silva.
Em visita a Lisboa, para jantar com o primeiro-ministro demissionário, José Sócrates, Lula da Silva disse aos jornalistas que «todas as vezes que o FMI tentou cuidar da dívida dos países criou mais problemas do que soluções».
«Não resolveu os problemas do Brasil nem de outros países», adiantou o ex-presidente brasileiro.
Para Lula da Silva «a atitude mais correcta é todos assumirem responsabilidade pela crise», aconselhando o actual Governo e o Presidente da República para aproveitem a visita «da presidente Dilma e dos seus ministros para conversarem e ver o que se pode fazer».
Isto porque, questionado sobre a intenção do Brasil de comprar dívida pública portuguesa, Lula da Silva mostrou um país disponível: «Tudo o que podermos fazer para ajudar Portugal vamos fazê-lo. Portugal merece a compreensão do Brasil».
O ex-presidente do Brasil falou aos jornalistas na companhia de José Sócrates que aproveitou a ocasião para sublinhar os estreitos laços que unem ambos os países: «O presidente Lula foi sempre um grande amigo do nosso país. Sempre se empenhou por se estreitar relações, não só politicas ou culturais, mas também económicas», disse Sócrates.
in: Agência Financeira

Sem comentários:

Enviar um comentário