segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Parlamento dos Jovens no Agrupamento de Escolas de Sátão

Os deputados Acácio Pinto e Helena Rebelo participaram, no dia 3 de Janeiro, na Sessão do Parlamento dos Jovens do Agrupamento de Escolas de Sátão que decorreu no Cine-Teatro de Sátão e em que participaram 110 alunos do ensino básico pertencentes a 11 listas de candidatos, sob o tema "violência em meio escolar", estando a coordenação deste projecto a ser efectuada pela professora Margarida Dias.
Presentes igualmente o Presidente da Câmara Municipal de Sátão, Alexandre Vaz, e a representante da Equipa de Apoio às Escolas de Viseu, Sandra Rebelo, para além do Presidente e da Vice-Presidente da Comissão Provisória, respectivamente, Eduardo Jorge Ferreira e Ana Cristina Santos, a responsável da CPCJ de Sátão e muitos professores das escolas envolvidas que estão na base da dinamização do Projecto nas respectivas turmas.
Mas quem importa enaltecer são os alunos que num grande sentido de cidadania se organizam e fazem campanha pelas suas ideias e para a sua eleição e colocaram as questões mais inesperadas aos deputados e Presidente da Câmara.

4 comentários:

  1. A Junta de Freguesia de Sátão congratula-se com a participação dos Deputados da Nação, Dr. Acácio Pinto e Enfª Helena Rebelo, na sessão do Parlamento Jovens, dos alunos do Mega-Agrupamento de Escolas de Sátão.
    Apesar desta autarquia não ter sido convidada, estamos sensiveis com a problemática da "violência em meio escolar".

    ResponderEliminar
  2. "Nação"? Estaremos ainda no regime do Estado Novo?
    A autarquia estava lá, na pessoa do sr.Presidente da Câmara. Quanto às Juntas,com todo o respeito que merecem, não haveria mesa que chegasse! Sim, porque, felizmente, existem mais 11 Juntas de Freguesia, às quais os nossos alunos pertencem. Na democracia todos devem estar representados e não apenas alguns...

    ResponderEliminar
  3. Para um melhor entendimento do termo "nação", nada como ler Camões, Eduardo Lourenço, Agostinho da Silva, José Gil... que nada têm a ver com o Estado Novo, mas isto, claro, para os que sabem e gostam de ler... Para os outros, basta consultar um dicionário de língua portuguesa, numa versão barata, antes ou pós acordo ortográfico. Os Deputados do PC não serão deputados da nação? Santa Ignorância "a madre de todos os erros", Fr. Rosa Viterbo.

    ResponderEliminar
  4. Ângela,
    A primeira linha do teu post é abominável. Só alguém de má fé conseguiria relacionar o que o Armando escreveu com o Estado Novo.
    A última frase é deliciosa. Proponho que a releias e que reflictas sobre ela.
    Para terminar, alegar falta de espaço numa mesa para não se convidarem as Juntas de Freguesia não me parece revelar um grande respeito por elas. Até porque a foto acima publicada mostra muitos lugares vagos no anfiteatro.
    É apenas a minha opinião...
    Cumprimentos

    ResponderEliminar