quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

(Opinião) Visão reduzida

Alguns elementos do PSD mais profundo insurgiram-se, a semana passada, contra a criação, pelo Governo, do Centro Hospitalar Tondela-Viseu, pese embora esta criação corresponda aos objectivos estratégicos que qualquer política de saúde prosseguirá a médio prazo.
É evidente que esta nova unidade mais não é do que a tradução jurídica de uma parceria que já estava a funcionar de facto. Viseu e Tondela poderão assim ter uma política de cuidados de saúde integrada e potenciar aquelas que são as mais-valias de cada uma das duas unidades hospitalares a nível de consultas, de internamento e de cirurgias.
Só uma visão redutora e que não abrange para além das fronteiras do concelho pode vir invocar seja o que for para contestar esta medida.
Aliás, este tem sido um posicionamento demasiado comum do PSD distrital. Dar tiros em tudo aquilo que mexe sem qualquer avaliação minimamente séria.
Se vêm investimentos para o Distrito, critica-se; se se melhora a rede de unidades de saúde, critica-se; se se requalifica a rede de escolas, critica-se…
Enfim… e depois quando se trata de decidir nos fóruns parlamentares aprovam o contrário daquilo que defendem em e para Viseu…
NOTA: Bom Natal e um feliz 2011 para todos os leitores e colaboradores do Jornal do Centro.

Sem comentários:

Enviar um comentário