sexta-feira, 12 de novembro de 2010

(Opinião) PSD faz oposição às pessoas!

Os deputados do PSD de Viseu vieram questionar os critérios utilizados na assinatura do contrato-programa levado a cabo entre o Governo e a Câmara Municipal de Mangualde.
Ora, sejamos claros. Esta narrativa merece a mais veemente das condenações. O seu discurso e as suas palavras não podem ser levados a sério.
Diga-se aliás que o contrato-programa em causa visou a abertura de uma circular a Mangualde, a circular norte, para viabilizar a expansão da PSA-Citroen, e teve no Presidente da CIM Dão-Lafões, Carlos Marta, uma testemunha atenta.
São palavras de total ausência de responsabilidade política, por parte do PSD, e de completa falta de sentido de Estado, de quem nunca conseguiu resolver o problema da Citroen-PSA, nem enquanto Câmara nem no Governo. Aliás é verdadeiramente trágico o relacionamento do PSD com esta empresa do concelho de Mangualde e do Distrito de Viseu.
Faz todo o sentido ter o maior orgulho neste contrato-programa e no desenvolvimento da Unidade de Produção que lhe está associado.
Que melhores critérios se poderiam querer do que a manutenção de 800 postos de trabalho? Do que a criação de mais 300 empregos? Do que a viabilização de muitos milhares de postos de trabalho indirectos que resultam do funcionamento da empresa?
Do que se trata aqui é de uma verdadeira parceria entre a Administração Central, a Administração Local, a AICEP e a PSA. Uma parceria de confiança entre todos e sobretudo de confiança em Portugal.
Uma coisa é oposição ao PS, outra coisa é oposição às pessoas e ao país. E o que os deputados do PSD acabaram de fazer foi oposição aos seus concidadãos, à sua região e a Portugal.
Podemos concluir que para os deputados do PSD são mais importantes estas tácticas de arremesso partidário do que a criação de mais emprego, do que a resolução dos problemas das empresas e do que o desenvolvimento dos territórios. Esteve bem o Governo, através do Secretário de Estado da Administração Local, José Junqueiro, esteve bem a Câmara de Mangualde e o seu Presidente, João Azevedo, esteve bem a AICEP e o Dr. Basílio Horta e esteve bem a administração da Citroen-PSA ao envolverem-se com confiança nesta parceria activa para a resolução de um problema com que estávamos confrontados.
Para o PS todas as obras são importantes, com certeza também em Penalva do Castelo e em S. João da Pesqueira, o que não se podem é desconhecer as competências dos vários ministérios e os deputados do PSD por desconhecimento, para não dizer má-fé, misturaram obras no âmbito das autarquias locais e da Presidência do Conselho de Ministros, com obras no âmbito do Ministério das Obras Públicas e das Estradas de Portugal.

Sem comentários:

Enviar um comentário