quinta-feira, 4 de novembro de 2010

(Opinião) Os dois PSD's e o Orçamento de Estado!

Aquilo que se passou no debate do Orçamento de Estado para 2011 teria sido verdadeiramente hilariante se não fosse dramático e politicamente irresponsável por parte de Passos Coelho e deste PSD.
Tivemos de tudo. Tivemos Miguel Macedo e Pedro Aguiar Branco a dizer que o Orçamento era mau, mesmo muito mau, mesmo péssimo. E tivemos Manuela Ferreira Leite a dizer que este Orçamento é inevitável e que Portugal precisa dele para enfrentar a grave crise internacional. Ou seja, a concordar, objectivamente, com este Orçamento o que obrigou, até, o líder parlamentar do PSD a vir justificar à comunicação social a pretensa falta de consonância interna.
Temos, portanto, dois PSD´s: um que queria a toda a força votar contra o Orçamento de Estado e outro que faz um discurso completamente oposto. E é neste contexto de grave crise estratégica, dentro do PSD, que Portugal vai vendo os juros para se financiar a subirem todos os dias!
Foi uma irresponsabilidade política de quem quer a todo o custo chegar ao poder para aplicar em dobro tudo aquilo que hoje condena e critica.
Ou o PSD não conhece as fortes medidas de austeridade que os países, onde os seus parceiros de direita estão no poder na Europa, tiveram de tomar, muito mais graves que as de Portugal?
Enfim, uma completa deriva de leviandade e de falta de estatura e de visão de estado por parte desta liderança do PSD!

Sem comentários:

Enviar um comentário