sexta-feira, 5 de novembro de 2010

(Opinião) Beber do próprio veneno!

Há algumas considerações políticas que importa ressaltar a propósito da discussão a que estamos a assistir sobre este Orçamento de Estado.
Enfim, é uma tal hipocrisia, aquela, que perpassa pelo discurso de Passos Coelho e do PSD que o melhor mesmo é perguntar-lhes se conhecem as medidas de austeridade do Reino Unido, da França, da Alemanha, da Itália e da Irlanda… só para lhes falar em países governados por partidos da sua família europeia, conservadora e de direita.
Ah, não lhes interessa o que se passa com os outros! Pois fiquem a saber que não tendo socialistas no poder enfrentam problemas iguais ou muito mais acentuados do que aqueles que enfrentamos em Portugal.
É que, como bem sabemos, a crise que vivemos no nosso país é em primeiro lugar resultado da crise internacional e dos especuladores financeiros e afectou a generalidade dos países europeus!
E Passos Coelho e o PSD em vez de assumirem uma posição clara e de defesa de Portugal, não, o que fazem é prosseguir numa deriva do quanto pior melhor.
E qual o resultado desta estratégia: os juros para financiar Portugal continuam a subir!
Mas ao longo da história sempre houve muitos que beberam do veneno que semearam!

Sem comentários:

Enviar um comentário