domingo, 24 de outubro de 2010

XIV Congresso do Partido Socialista em Moimenta da Beira

Decorreu ontem, dia 23 de Outubro, em Moimenta da Beira o XIV Congresso da Federação de Viseu do Partido Socialista.
Foi um excelente Congresso em que, na prática, se fez a passagem de testemunho de José Junqueiro para João Azevedo de uma forma tranquila, ante um congresso que aclamou os dois.
Muita e boa participação dos delegados, sobretudo de jovens quadros, na discussão das moções e na apresentação de moções sectoriais e excelentes resultados aqueles que elegeram os novos órgãos distritais do PS.
No sessão de encerramento interveio João Azevedo, o Presidente da Federação eleito que traçou o seu rumo de forma serena e clara e interveio Helena André que, como se sabe, exerce as funções de Ministra do Trabalho e da Solidariedade Social.
A presidir aos trabalhos esteve o eurodeputado Correia de Campos.
Está de parabéns a concelhia de Moimenta da Beira, na pessoa da seu Presidente António Moura, bem como o concelho e a Câmara, na pessoa do Presidente José Eduardo Ferreira pelo excelente acolhimento a este Congresso.
Foi para mim, como Presidente da COC, e para todos os elementos que a integraram, Fátima Ferreira, Armando Martins, Lurdes Vieira e Carla Rodrigues uma honra e um prazer ter organizado esta reunião magna dos socialistas do Distrito de Viseu em Moimenta da Beira.
(AQUI: MAIS FOTOS DO CONGRESSO)
Mesa da Comunicação Social: António Figueiredo e Joaquim Alexandre

1 comentário:

  1. Caro camarada, agora presidente da Distrital do PS Viseu, João Azevedo,

    Permita-me dirigir-lhe algumas palavras, que por falta de dom da palavra, tempo e timbre necessários a um orador, me inibiram de as pronunciar no lugar certo onde deveriam ter sido proferidas, o XIV Congresso da Federação Distrital do PS Viseu.

    Começo por lhe dar os mais sinceros parabéns, pela coragem, pela luta e agora pela vitória. Parabéns por duas vitórias consecutivas, de elevada importância para as populações de Mangualde e agora para todos os militantes deste grande Partido de todos os concelhos que compõem o Distrito de Viseu. A sua moção de orientação global, Compromisso com Paixão, passou agora de moção a linhas orientadoras aceites e tomadas como de todos os militantes do PS Viseu.

    Como sabe, melhor que ninguém, este Distrito é extenso e vasto e com concelhos tão distantes da sede de Distrito, “longe da vista longe do coração”, e foi com enorme esperança que vejo como 4. Compromisso, maior aproximação entre eleitos e eleitores, alargar a participação, recuperar a confiança. Faça deste compromisso uma bandeira, não esqueça de quem hoje não se esqueceu de si e viu em si uma mudança, um rejuvenescimento e uma nova maneira de pensar PS em Viseu.

    Vou apenas destacar alguns pontos desta Moção e tecer alguns comentários e partindo deste 4. Compromisso, alargue os horizontes deste Distrito e comece uma nova era, descentralizando também aqui no Distrito o poder de decisão, levando-nos ao 8. Compromisso, enaltecendo o seu trabalho com a participação de todos os militantes, unindo o partido e reforçando-o. E encontramo-nos no 11. Compromisso. Siga estas linhas orientadoras com firmeza, audácia e sem nunca perder o rumo, a objectividade que a moção revela.

    Agora sobre o último, mas não menos importante, o 12. Os militantes de Viseu mobilizados no apoio ao Governo PS. É chegada a altura de nos definir-mos se somos água ou se somos azeite, mesmo dentro do nosso partido, porque só unidos, mesmo com diferenças de pontos de vista, vários tipos de água se podem juntar e fazer coisas grandes e nobres. É altura de se deixar a procura das “pole positions”de quem fica melhor posicionado para chegar aqui ou ali, deixar de pensar Uno e passar a pensar Omnes. Juntos seremos mais fortes e mais capazes de atravessar esta grave crise que assola o Mundo e nos afecta que nem um Tsunami, muitas vezes empolado por interesses alheios empolgados pelo lucro e benefício fácil de que nada servem ao País, pelo contrário, e é com todos estes que temos de combater, interna e externamente, para manter Portugal na senda do progresso, num Portugal melhor para todos.
    Parabéns, João Azevedo, Acácio Pinto, António Borges, ..., contem connosco, porque nós vamos contar convosco!
    Sempre pelos nossos filhos, por Portugal, por Viseu, pelo e com o PS.


    António Cabral
    Resende

    ResponderEliminar