quinta-feira, 30 de setembro de 2010

(Opinião) Passos desconhece apoio às IPSS's

Os deputados do PS visitaram esta semana uma IPSS de Santa Comba Dão (Lar de S. José, em S. João de Areias).
E se dúvidas houvesse mais uma vez ficou claro que a relação entre o Governo, através da Segurança Social, e esta IPSS não é de desconfiança, como havia sido dito por Pedro Passos Coelho na sua recente deslocação ao Distrito de Viseu, mas sim uma relação solidária e de confiança.
Aliás, e neste caso concreto até percebemos que foi o anterior Governo do PS que resolveu uma dívida que tinha transitado do Governo PSD/CDS e que estava, em 2005, a colocar aquela instituição e os seus dirigentes numa situação de pré-ruptura.
Só a título de exemplo e para se perceber que Passos Coelho não conhece a realidade do apoio do Governo às IPSS’s convém lembrar aqui o Programa PARES que alargou a rede de Lares, de Creches e de Centros de Dia de uma forma nunca antes vista e que a criação das Unidades de Cuidados Continuados, já com 300 camas em todo o Distrito, veio permitir a resolução de um problema antigo com que se confrontava o sector da saúde e da segurança social.
Enfim, um desconhecimento que imaginávamos não fosse possível a um líder do PSD e que se assume como candidato a primeiro-ministro.
NOTA: O Deputado do PS, Paulo Barradas, de uma forma autêntica, genuína e que corresponde à sua interpretação da função de deputado – interagir com os eleitores – abriu em Lamego um escritório, que paga do seu bolso, para poder receber todos aqueles que lhe queiram colocar as suas questões e apresentar os seus pontos de vista. Pela minha parte acho profundamente incorrecta a campanha que lhe estão a mover, alguns de forma anónima, tentando ridicularizar uma atitude que, afinal, o enobrece.

Sem comentários:

Enviar um comentário