sexta-feira, 3 de setembro de 2010

(Opinião) Papagaio chinês


Todos bem nos lembramos dos papagaios da nossa meninice. Originários da China espalharam-se pelos quatro cantos do mundo. Com vento a favor e com técnica eles levantavam voo e até nos convencíamos que voavam sozinhos.
Puro engano! Estavam sempre manipulados pela mão do seu construtor.
Pois, um papagaio também por aí anda há alguns meses: pela Lapa, Pontal, pela Madeira, Vila Real…
E começa-se agora a perceber, bem, que afinal não tem voo próprio, que é papagaio chinês. Que começa a dar umas cambalhotas, que tem feito uns voos picados, ondulante e sem rumo… Que ameaça tudo e todos… dependendo tudo dos interesses dos seus “construtores”.
Sejam ângelos, menezes, …, eles estão objectivados para fazer deste papagaio o primeiro para repartirem depois, vorazmente, o bolo das privatizações da saúde, educação, segurança social e dos despedimentos por causas atendíveis.
Nem que para tal seja necessária uma crise! Isso não importa! Os seus interesses primeiro, com tudo a ser planeado nos bastidores!
Mas agora começou a soprar também vento de Belém! Vento que, no Verão, exige ser escutado e que quer o papagaio com outro rumo!
Triste sina a deste papagaio! Pior sina a nossa!

Sem comentários:

Enviar um comentário