terça-feira, 20 de julho de 2010

João Azevedo apresentou candidatura à Federação de Viseu do PS

Ontem, dia 19 de Julho, João Azevedo, apresentou a sua candidatura a Presidente da Federação de Viseu do Partido Socialista através da leitura de uma declaração à Comunicação Social e da resposta a questões que no final lhe foram colocadas.
João Azevedo disse que se candidatava "em resposta a uma motivação pessoal que tenho para tal desempenho e, igualmente, em resposta a múltiplos apelos de militantes do PS de todo o Distrito".
Igualmente deixou na sua intervenção uma referência ao actual Presidente da Federação, José Junqueiro, nos seguintes termos: "gostaria de deixar uma palavra de grande apreço, de grande estima e de elevado respeito pelo trabalho do actual Presidente da Federação de Viseu do PS, José Junqueiro, de quem sou adjunto na Federação e cujo património político aqui quero co-assumir na plenitude, esperando estar à altura do desafio que é prosseguir o trabalho de afirmação e de vitórias do PS e de desenvolvimento do Distrito de Viseu, um enorme legado que ele deixa aos socialistas e aos viseenses".
Quanto a linhas orientadoras referiu três:
"1. Prosseguir a afirmação do PS no Distrito de Viseu, nas várias vertentes de intervenção através: i) do reforço e dinamização das suas estruturas concelhias; ii) de debates temáticos; iii) de encontros de militantes; e iv) de uma cada vez maior interacção em rede entre as concelhias, os órgãos distritais do PS, o Departamento Federativo das Mulheres Socialistas e a JS;
2. Interpretar e ser o porta-voz do pulsar e dos anseios dos militantes e dos socialistas em geral, naquelas que são as suas mais genuínas e profundas expectativas, com o objectivo de apoiar e ajudar o Governo liderado por José Sócrates a prosseguir a defesa do Estado Social, como resposta aos tempos conturbados de crise em que vivemos;
3. Robustecer a interacção do PS com os agentes de desenvolvimento (económicos, sociais, culturais) dos vários territórios do Distrito de Viseu de forma a reforçar a coesão social e territorial e alavancar projectos inovadores e empreendedores, sem esquecer uma grande proximidade aos sectores estratégicos (automóvel, energias renováveis, comércio e turismo) e aos sectores endógenos (agricultura, floresta, termalismo) que ao longo dos anos se têm constituído verdadeiras mais-valias para a região."
Quanto à sua metodologia no imediato disse: "irei, a partir de agora, reunir com os militantes de todas as secções do PS do Distrito de Viseu para lhes dar conta da minha candidatura, para apresentar as minhas ideias e para ouvir as suas propostas para enfrentar estes novos problemas com que nos confrontamos nos dias de hoje."

Sem comentários:

Enviar um comentário