domingo, 18 de julho de 2010

Deputados PS Viseu questionam Governo sobre caminhos agrícolas

Os deputados do PS, Acácio Pinto, José Rui Cruz, Paulo Barradas e Helena Rebelo, questionaram o Governo, sobre caminhos agrícolas, nos seguintes termos:
«O Distrito de Viseu é uma região fortemente marcada pela actividade agrícola. De facto, ali encontramos territórios com produtos específicos e de excelência que vão desde o vinho à cereja, da floresta à castanha ou à maçã. Ainda assim, agricultura é, para muitos agricultores uma actividade de subsistência e representa para muitos concelhos uma percentagem maior da sua actividade económica. Por tal, necessita de toda a atenção do Estado de modo a poder aproveitar todos os recursos que lhe possam ser facultados para garantir a sua continuidade.
São conhecidas as dificuldades de circulação em muitas zonas agrícolas, que dificultam a actividade dos agricultores e que aumentam os custos das suas produções. Reconhecendo este condicionalismo, o Ministério da Agricultura abriu no PRODER um programa de candidaturas para “caminhos agrícolas”.
Ora, acontece que muitas freguesias do Distrito de Viseu, apresentaram candidaturas a esse programa, reconhecendo nele a oportunidade de promover o desenvolvimento regional nos seus territórios. Volvidos vários meses, essas candidaturas não têm recebido por parte dos serviços competentes, qualquer desfecho.
Considerando a importância fundamental que a maior mobilidade em território agrícola tem para a vida das populações que têm na agricultura a sua actividade económica e profissional, os deputados signatários vêm, através de Vª Excelência, Senhor Presidente, perguntar ao Senhor Ministro da Agricultura:
1. Se está previsto algum período próximo para a apreciação das candidaturas apresentadas ao PRODER que dizem respeito a caminhos agrícolas?»

1 comentário:

  1. Helder Lino

    Ao ver esta noticia agradou me o facto de haver ainda quem se importe com o interior, e reconheça na nossa agricultura um excelente meio para o desenvolvimento da nasso região, pena que nem sempre seja dado o devido valor a nossa região.
    No entanto vejo aqui uma boa oportunidade de demonstrar o meu desagrado em relação a este tema;
    em primeiro lugar pertencendo eu a uma junta de freguesia do concelho de Lamego, iniciamos as candidaturas de 3 caminhos agricolas que achamos importantes para um continuo desenvolvimento da nossa agricultura na nossa freguesia, tendo sido gastos pela Junta de Freguesia cerca de 2000,00euros a preparar e executar a nossa condidatura a estes tres caminhos, no entanto e pelos comentarios que tenho visto nao se adivinha sequer algum apoio ou data para aprovação, e no meio disto a nossa Junta de freguesia gastou dinheiro do seu já reduzido orçamento para nada, e assim se desperdiça dinheiro por falhas na execução de projectos por parte do nosso estado.
    E se a crise poderá justificar alguma coisa, entao que nao se criem ilusões em projectos que nunca poderam ser executados de parte do nosso estado e assim se poderiam poupar alguns milhares de euros em preparação de projectos inviavéis para a nossa administração.
    Teria muito mais a dizer, sobre este tipo de projectos, no entanto não me vou alongar mais.

    Melhores Cumprimentos

    Helder Lino
    Jorgelino.agri@gmail.com
    Britiande - Lamego

    ResponderEliminar