sábado, 9 de janeiro de 2010

Mais 20 Milhões para o Comércio Tradicional

Está aberta, desde 8 de Janeiro, a 5ª Fase de candidaturas ao Sistema de Incentivos à Modernização do Comércio – MODCOM, com uma dotação de 20 milhões de euros.
Continua assim, o Governo, a dar cumprimento aos seus compromissos com os portugueses, neste caso, incentivando a modernização do comércio e através destes incentivos dinamizando, também, a economia e o emprego e para além disso as micro, pequenas e médias empresas.
Este incentivo financeiro do MODCOM a micro, pequenas e médias empresas contempla apoios a acções apresentadas por lojas individuais, por lojas em rede, isto é, empresas que desejem, por exemplo, utilizar uma mesma plataforma informática ou que utilizem uma mesma central de compras e finalmente, também se podem candidatar, associações comerciais que pretendam promover centros urbanos.
A taxa de incentivo a fundo perdido para os projectos aprovados será de 45%, 50% e 60% das despesas conforme se trate, respectivamente, de projectos de lojas individuais, de projectos empresariais integrados ou de associações comerciais.
Mas esta quinta fase do MODCOM não surge do nada. Ela tem atrás de si quatro fases anteriores em que o Governo já disponibilizou ao comércio 114 milhões de euros a fundo perdido para a revitalização do comércio tradicional, tendo sido seleccionados cerca de 4 mil projectos empresariais e associativos.
Continua, pois, o Governo do PS com uma forte e inequívoca vontade de dinamizar a economia portuguesa e assim dar respostas concretas aos problemas das empresas e das pessoas. É chegado o tempo da oposição, nomeadamente do PSD, acertar a sua linha de intervenção e de uma vez por todas vir ao encontro das propostas concretas de resolução dos problemas.
No distrito de Viseu, é bom que se diga, este programa, MODCOM, já permitiu e contribuiu para a modernização de muitas lojas e projectos associativos. Estou convicto que os empresários e os dirigentes associativos do Distrito não deixarão, novamente, de se candidatar, numa prova inequívoca de dinamismo e de confiança em si próprios, na sua região e no seu país.

Sem comentários:

Enviar um comentário