segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Emprego em equipamentos sociais

O Governo prevê criar 14.000 empregos nos equipamentos sociais, de apoio aos idosos, às crianças e a pessoas com deficiência, resultantes do Programa Pares ou em resultado das candidaturas ao POPH.
E a importância destes empregos é dupla, pois estão disseminados pelo todo territorial e constituem-se como verdadeiras âncoras demográficas nos espaços mais recônditos do interior do nosso país.
Relembro, igualmente, que recentemente o Governo criou o Inov Social que é um programa que prevê a criação de 5000 estágios profissionais para jovens licenciados desempregados à procura de primeiro ou de novo emprego, que permitirá a qualificação das respostas dos equipamentos sociais, muitas vezes com deficit de recursos humanos com competências técnicas específicas.
Como se vê, através dos equipamentos sociais contribui-se, não só, para dinamizar e fortalecer a economia, como, também, para criar emprego e minimizar a fuga de pessoas para o litoral.

Sem comentários:

Enviar um comentário