terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Boas notícias para Viseu

IGREJA DO VISO
José Junqueiro, Secretário de Estado da Administração Local vai ficar, indelével e umbilicalmente, ligado à nova Igreja do Viso. Bem sei que muitos outros também deram o seu contributo político, que outros se empenharam, e foram muitos, permitindo-me, dentre esses, destacar o ex-Secretário de Estado e actual deputado José Cesário.
Mas quiseram as circunstâncias que José Junqueiro fosse o elemento central e o grande obreiro deste projecto pelo seu trabalho efectivo e concreto, pelo seu empenhamento permanente e tantas vezes discreto na junção e transformação das vontades sonhadas em realidades de vida. Sintonizou os quereres dos párocos e das comissões e agregou com determinação os despachos dos decisores da administração central. Bem sei o quanto lhe custou e o trabalho que isso lhe deu. Testemunhei, enquanto Governador Civil, esse seu querer.
E o resultado aí está. A obra brotou do ventre dos sonhos, das ideias e da fé dos homens e começou a dar os primeiros passos terrenos no dia 10 de Janeiro. Dia, precisamente, em que José Junqueiro assinalou o lançamento simbólico, mas tão real, da primeira pedra da futura (já presente) Igreja do Viso ante o testemunho de tantos e tantos viseenses. Desde logo o Bispo de Viseu, o Presidente da Câmara, o Governador Civil, deputados da Assembleia da República e Presidentes de Junta, mas também inúmeros moradores na área e, não em último lugar, dos padres Armando e Nuno, quais alimentadores da chama deste querer.

Pois bem, aí está uma boa obra para Viseu e para as pessoas e a tradução concreta da junção de vontades de uma comunidade a que o Governo objectiva e solidariamente empresta também o seu querer inequívoco (500.000 Euros) pela mão de um governante viseense, José Junqueiro.

BOMBEIROS E PSP
Também no dia 11 de Janeiro Rui Pereira, Ministro da Administração Interna, esteve em Viseu. E esteve entre nós para se associar e nos trazer boas notícias. Boas notícias do Governo que sendo para duas instituições prestigiadas, Bombeiros Voluntários de Viseu e PSP, o são, sobretudo e em primeiro lugar, para as pessoas, o são para nós.
Nos Bombeiros assinalou o lançamento da primeira pedra do futuro quartel dos Bombeiros Voluntários de Viseu, obra que vai nascer na freguesia de Rio de Loba, nas imediações de Britamontes, junto ao IP5, e que viu a sua candidatura, de um milhão de Euros, financiada pelos quadros de apoio do QREN em 70%, cujo contrato havia sido assinado em Dezembro precisamente no Ministério da Administração Interna, em Lisboa.
Esta obra vem permitir, aos Voluntários Viseenses, uma maior e melhor resposta às cada vez maiores e mais complexas necessidades de apoio e socorro às pessoas.
Também na PSP Rui Pereira foi claro e disse, de uma forma inequívoca, que iria reforçar durante o primeiro semestre de 2010 o efectivo policial do Comando de Viseu e empenhar-se, através do Governo Civil, em dar corpo em articulação com a Câmara ao Contrato Local de Segurança.
A isto chama-se Governo presente, com serenidade e sem alaridos, nas respostas concretas aos problemas das pessoas. Tem sido também esta a postura dos deputados do PS eleitos por Viseu: acompanhamento sereno e responsável, com humildade e sem hiperactividade, daquilo que são os anseios dos viseenses.

Sem comentários:

Enviar um comentário